quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Mesovórtices I

Ir contra os poetas e a fé, crer apesar dos sinais, refutar toda espiritualidade e magia que se carrega e se basear apenas em atitudes.
Neste momento não confiar nas palavras, nos olhares. Pela primeira vez não encarar a loucura como dádiva, pois a medida que extasia a loucura tira sua consciência. Talvez esta seja uma batalha necessária e o que me resta é lutar e dessa vez jogar a meu favor, tenho todos os fatos a meu favor.
Que venham os furacões, eu nasci neles. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pluralize.